Siga-nos

Retrospectiva 2017

15 dez Retrospectiva 2017

Prezado Leitor

Antes de mais nada, desculpem-nos, pois nós erramos. Previmos por duas vezes que a economia iria se recuperar no semestre seguinte em nossos blogs “O Ciclo de Recuperação da Economia Brasileira e “O Brasil não irá acabar“.

Não fomos capazes de adivinhar os escândalos das gravações dos irmãos Batistas (Freeboi) e seus desdobramentos.

Hoje olhando pelo espelho retrovisor, a menos de dez dia para o natal, podemos ver que a crise bateu no Brasil como um asteroide de proporções apocalípticas.

Na colisão, a maioria dos dinossauros foram extintos, bem como animais menores no impacto. A tsunami que se seguiu paralisou os setores da Construção e Petróleo, até os Bancos entraram na dança e fecharam milhares de agencias.

A velha frase que diz  “Quando abaixa a água você vê quem estava nadando pelado” está mais atual do que nunca.

A quantidade de lojas fechadas somente rivaliza com os EUA pós 2008, logo depois do Holocausto do mercado Imobiliário Americano.

Se você não conhece ninguém em dificuldades ou desempregado, Parabéns!… Você esteve morando embaixo de uma pedra.

A Economia atualmente, como que por milagre, parece rebrotar pequenos ramos tímidos de verde recuperação.

Como todo holocausto, a vida começa a renascer de forma tímida e titubeante. A vida não desiste!

Vários setores estão dando sinais de esperança de retomada.

O mercado financeiro já afirmou e reafirmou que se for aprovada a reforma da previdência vai voltar a acreditar no Brasil enormemente.

Em Brasília? Nada de novo. Os políticos profissionais não estão interessados em fazer uma reforma impopular e atrapalharem suas perspectivas de reeleição.

O presidente Temer, que mais parece estar num trem fantasma, toma um susto em cada curva. Até operar o coração ele já fez de tanto nervoso que passou.

Vamos torcer para que Brasília entenda que a sociedade precisa de iniciativa deles para que a ladeira deste nosso Brasil finalmente acabe.

Autor: Luiz Barros.

https://www.facebook.com/www.kitar.com.br/

https://www.instagram.com/kitar.com.br/

Sem comentários

Adicione um comentário